Doce história

Dia de jogo da seleção é dia de reunir amigos e preparar algo bom para comer. Pra muita gente, inclusive pra mim, isso é sinônimo de brigadeiro!

Não há história concreta quanto à origem do doce. A mais conhecida é a de que os inicialmente chamados “negrinhos” (até hoje os gaúchos mantêm esse nome) foram criados em homenagem ao Brigadeiro Eduardo Gomes, candidato bonitão que disputou a presidência da República em 1945. Não conquistou votos suficientes para se eleger, mas conquistou o coração das mulheres brasileiras, que elaboraram a mistura deliciosa de 30g cada para vender nas ruas e arrecadar fundos para o Brigadeiro financiar sua campanha eleitoral e derrotar o General Eurico Gaspar Dutra, que de bonito não tinha nada.

                                                

 

 

 

 

Gomes bonitão à esquerda e Dutra, vencedor das eleições, à direita.

A receita mais clássica para o preparo do brigadeiro é a que vem nas latinhas de leite Moça:

– 1 lata de leite Moça

– 3 colheres de sopa de chocolate em pó

– 1 colher de sopa de manteiga

10 minutos cozinhando em fogo baixo e pronto; a mais clássica receita dos aniversários brasileiros. A quantidade acima rende em torno de 40 docinhos. Mas essa simplicidade em sua elaboração permitiu que muita gente adicionasse ingredientes e segredos no preparo dos brigadeiros. Seguem as dicas que já ouvi, mas não testei:

Adicionar uma colher de rum – Adicionar uma colher de mel – Juntar um pouco de café passado sem açúcar à mistura – Colocar a mesma medida da lata de leite integral – Antes de levar ao fogo, adicionar uma gema peneirada para deixar o doce mais brilhoso.

Seja como for, é difícil fazer uma mistura que não agrade. Ainda assim, existem muitas críticas quanto ao uso exagerado do leite condensado nos doces brasileiros. É verdade que seu sabor forte – aquele ardor que dá na garganta às vezes é por causa da sacarose super concentrada! – padroniza o sabor de muitas sobremesas, quando não preparadas com cuidado. Mas o leite condensado, vindo da Suíça no início do século XX,  é hoje marca da nossa cozinha e aprovado com louvor pelo povo.

Anúncios

3 Comentários (+adicionar seu?)

  1. Dieta Gourmet
    jul 01, 2010 @ 12:20:58

    Amoooo!!!
    Mas, uma peguntinha: sabes como fica assim como o da foto? essa consistência e brilhante igual ao briga do Central?
    É melhor eu nem saber, né? ai…
    http://www.dietagourmet.wordpress.com
    http://www.viajenaarte.com.br

    Responder

  2. DIETA GOURMET
    jul 03, 2010 @ 17:39:13

    Será? aiiiii…é delicioso!!!

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: