Couscous

Para quem quer algo diferente de arroz na ceia, uma ótima pedida. Estou fazendo agora mesmo 🙂 Consiste num preparado de sêmola de cereais, principalmente trigo, mas também pode ser à base de farinha, polvilho, milho, mandioca… A grafia couscous é francesa e usada na maioria dos países. Aqui usamos muitas vezes cuzcuz.

Vou indicar como preparar o couscous, deixando pra imaginação de cada um como complementá-lo. Pistache, damasco, amêndoa, abobrinha, tomate… Qualquer coisa refogada na manteiga e misturada ao couscous pronto fica delicioso.

– 1 pacote de couscous

– para cada copo de couscous, um copo de água fervida com sal e azeite

– 2 colheres de sopa de manteiga

– complementos desejados, como verduras e amêndoas.

Neste site, em francês, há várias receitas de couscous de todos os cantos.

Colocar o couscous cru numa tigela com o dobro do tamanho usado pelos grãos (eles vão crescer bastante quando colocar água). Adicionar a manteiga e a água fervente em seguida. Mexer para incorporar a manteiga, tapar com um pano e deixar descansar entre 10 e 15 minutos. Assim já está pronto para consumo. Caso desejado, refogar numa frigideira os complementos e misturar ao couscous cozido. Pronto super rápido.

O couscous chegou a Portugal no reinado de Manuel I (1495-1521), sendo mencionado na obra de Gil Vicente. Daí veio para o Brasil, onde é bastante consumido no sudeste e no nordeste.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: