O mundo dos cupcakes

Meu aniversário foi ontem e ganhei vários livros de culinária! Recomendo um deles agora: O mundo dos cupcakes, de Carole Crema e fotos (lindas, lindas, lindas e tentadoras) de Romulo Fialdini. O que eu mais gostei é que, além das imagens e das receitas – algumas merecem destaque porque são bem diferentes, tipo de lavanda ou goiabada com canela – todo o começo do livro é dedicado à busca do cupcake perfeito: massas, merengues, cremes, glacês, tudo é bem explicadinho. Depois, dicas para preparação, cozimento, finalização e até armazenamento e congelamento dos bolinhos, achei demais. Aos poucos irei compartilhando aqui algumas tentativas baseadas nessa obra!

Elas estão chegando…

Depois do sempre turbulento final de semestre acadêmico, lá vêm minhas forminhas de panetone!

Em breve, a receita, a história e um belíssimo teste de qualidade retirado de um livrinho-relíquia italiano.

Esse mês será todo dedicado à data mais linda do ano 🙂

É muçarela!

Momento da sabedoria; É difícil alguém acertar na escrita… só pode ser preguiça de recorrer ao dicionário. O Houaiss diz que, ou escreve-se muçarela (versão aportuguesada) ou mozarela, derivada da italiana mozzarella. Muzarela á vi bastante, não sei se está certo. Mussarela, nem pensar. Acabei de ver esta última versão na Band. Não tem jornalistas lá?

Um pequeno passo para o homem…

Grande passo para o blog. Hoje registrei o domínio e, a partir de agora, esse site passa a atender por fundojornalistico.com 🙂

O clube do biscoito

Nada como as promoções da Saraiva online para renovar o estoque de leitura. Comprei faz poucos meses O clube do biscoito e, neste exato momento, ele está com 10% de desconto na mesma loja. É uma leitura que vale a pena, apesar de ser bem “mulherzinha”. Não que seja um defeito, apenas uma particularidade. O subtítulo já deixa bem clara a proposta – onde o ingrediente mais importante é o amor.

O livro de Ann Pearlman conta a história de amigas que se reúnem logo após ao dia de Ação de Graças para compartilhar biscoitos que fizeram. Uma parte é saboreada e a outra, doada. Em meio às receitas, conhecemos as histórias de cada participante do grupo; cada um dos 12 capítulos se refere a uma delas. A minha parte preferida é o final de cada capítulo, quando aparecem as dicas sobre os principais ingredientes dos biscoitos e a história de seu uso na gastronomia.

O livro do queijo

Nesse último dia dos pais, aproveitando que o meu é um grande fã de queijo, o presente escolhido foi O livro do queijo – os melhores do mundo, organizado por Juliet Harbutt e vencedor do Gourmet Awards Cookbook 2010. Eu, como faço parte dos quase 75%  da população mundial que sofre com a intolerância à lactose (dados de Mahan e Escott-Stump), me limito a apreciar o processo e as boas historias que existem por trás do alimento.

E para conhecê-las, um bom começo é dar uma olhada nessa obra, que traz origem, notas de degustação e dicas de como apreciar mais de 750 tipos de queijo! Deve ter dado uma trabalheira para organizá-lo… Mas o resultado é primoroso, como uma enciclopédia: completo, organizado e muito bem ilustrado. Dá uma fome…

Ah, se meu corpinho soubesse produzir lactase direito 🙂

Fênix

É com muita, muita, muita alegria que comunico aos seguidores: essa semana retomo as atividades do blog! Tenho uma nova pilha de livros para recomendar e novos filmes para comentar, além de agora estar com a vida organizada o bastante para voltar à cozinha e ter novos relatos. Já, já.

Entradas Mais Antigas Anteriores