Bolo de tangerina + a história

Após postar tantas receitas de bolo (simples, formigueiro, cenoura, fubá, limão…) ficou faltando cobrir o propósito deste site: a história, as referências, as curiosidades. Enfim, compartilho aqui o que poderia ser a origem do bolo: no Egito eram feitos pães doces com xarope de frutas locais como as tâmaras. Na Grécia e em Roma eles também eram produzidos. No entanto, a real diferenciação entre bolos e pães data do Renascimento. A denominação em português deve ter vindo de bola, já que a forma do bolo remete às redondas. Já para o inglês cake, a origem é viking (norueguesa), da palavra kaka, que designa massas doces assadas. Veja aqui um excelente artigo da revista Aventuras na história, sobre a origem do bolo de aniversário, que remete a Ártemis, na Grécia antiga.

Por fim, uma receita que eu jurava que não ia dar certo, até fazê-la!

Bolo de tangerina

– 2 xícaras de açúcar

– 1 xícara de óleo

– 2 ovos inteiros

– 3 tangerinas com casca e sem sementes

– 3 xícaras de farinha de trigo peinerada

– 2 colheres de sopa de fermento em pó

Colocar no liquidificador/batedeira todos os ingredientes, menos a farinha e o fermento. Uma dica é ir colocando as cascas aos poucos e parar quando a massa começar a pesar demais. Quando formar um creme bem encorpado, adicionar a farinha peneirada. Depois, o fermento – agora misturando à mão. Assar em forma untada e enfarinhada a 180 graus por cerca de 35 minutos. Foto foodnetwork

Anúncios

Bolo simples

Mais receita de bolo… mas esta é indispensável. E quem vai reinar sobre uma massa perfeita e simples, é a cobertura de sua escolha 🙂
-3 ovos
– 2 colheres de sopa de margarina
– 2 copos americanos de açúcar
– 2 copos de farinha de trigo
– 1 copo de leite
– 1 colher de fermento em pó
Bater os ingredientes na ordem acima. Pode ser até no liquidificador – aproximadamente 3 minutos já bastam. Untar uma forme e assar a 180 graus por 20-25 minutos. Uma ideia de cobertura é levar a foto médio por 7-10 minutos: 2 copos de leite, 2 colheres de sopa de chocolate em pó, 4 colheres de sopa de açúcar e 1 colher de sopa de margarina. Foto The wondering eater

Bolo formigueiro

Primeira tentativa de bolo formigueiro… deu certo! Muito fácil, se quiser dá pra fazer tudo no liquidificador ou batedeira.

– 3 ovos

– 4 colheres de sopa de manteiga

-1 vidro de leite de coco

– 3 xícaras de açúcar

– 4 xícaras de farinha

– 1 copo de leite

– 1 colher de sopa de fermento em pó químico

– 1 xícara de chocolate granulado preto

Bater, um a um, os ovos com o açúcar e a manteiga. Com a mistura homogênea, acrescentar os outros ingredientes na ordem acima. Untar uma forma com manteiga e farinha e assar por 30 minutos em forno médio.

Foto Technicolorkitchen

Bolo de cenoura de microondas

Às vezes rapidez e praticidade falam mais alto e as maravilhas do mundo moderno dão uma bela mão a quem precisa. Eu, particularmente, faço bolo no microondas – como essa receita aqui – e gosto do resultado. Agora aqui vai uma boa ideia para bolo de cenoura, fica pronta em 8 minutos!

– 2 cenouras raladas

– 1/2 xícara de óleo

– 4 ovos

– essência de baunilha a gosto (1 colher de chá basta)

– 1 + 1/2 xícara de açúcar

– 2 xícaras de farinha

– 1 colher de sopa de fermento

Juntar no liquidificador cenoura, óleo, ovos e baunilha. Bater bem. Adicionar açúcar, farinha e fermento, aos poucos. Quando colocar o fermento, melhor bater à mão. Em uma forma furada no meio, sem untar, despejar a massa, que não deve ultrapassar a metade da altura. Se isso acontecer, o melhor é colar ao redor da forma um papel manteiga mais alto para evitar vazamentos. Deixar 7 minutos no microondas. Adicionar uma tampa e cozinhar mais 1 ou 2 minutos. Atenção: a parte do meio, ao redor do furo, não cozinha direito no microondas, então o ideal é tirar qualquer sobra de massa crua com uma faquinha e pronto! O aspecto final fica mais claro que um bolo assado no forno, já que não forma a crosta escurinha. Foto: cozinhadasbecas

Bolo de fubá com cheirinho de limão

  • 2 xícaras de açúcar mascavo
  • 1 xícara de fubá
  • 2 xícaras de farinha de trigo
  • 1/2 xícara de óleo
  • 3 ovos (separar gema e clara)
  • 1 xícara  de leite
  • 1 colher de sopa de fermento químico
  • Raspas de 1 limão + suco de 1/2 limão

Bater na batedeira o açúcar, as gemas e o óleo até ficar homogêneo. Juntar o leite, o fubá e a farinha peneirados. Colocar as claras (batidas em neve) , o limão e desligar. Adicionar o fermento e mexer bem. Assar em forno médio por 30-35 minutos. Perfeito!

Bolo de limão siciliano

  • 4 ovos
  • 2 + 1/2 xícaras de farinha de trigo peneirada
  • 1 + 1/2 xícaras de açúcar
  • 8 colheres de sopa de leite
  • 250g de manteiga sem sal amolecida
  • 2 colheres de chá de fermento em pó
  • Raspas de 1 limão siciliano
  1. Bater os ovos, o açúcar e as raspas do limão até obter um creme amarelo claro
  2. Acrescentar a manteiga aos poucos, com a batedeira lenta
  3. Colocar a farinha também aos poucos, intercalando com as colheres de leite
  4. Quando estiver homogêneo, acrescentar o fermento
  5. Untar com manteiga e farinha uma assadeira e assar por 35-40 min a 190ºc
  6. Sugestão de cobertura: 1 lata de leite condensado, suco de um limão siciliano e 1 colher de sopa de manteiga cozidos por 5-7 minutos

Bolo de cenoura com cobertura

  • 1/2 xícara de óleo
  • 3 cenouras médias raladas
  • 4 ovos
  • 2 xícaras de açúcar
  • 2 + 1/2 xícaras de farinha de trigo
  • 1 colher de sopa rasa de fermento em pó
  • Cobertura
  • 1 colher de sopa de manteiga
  • 3 colheres de sopa de chocolate em pó ou achocolatado
  • 1 xícara de chá de açúcar
  • 5 colheres de sopa de leite (não colocar se quiser aquela cobertura durinha, que dá pra sentir o açúcar)
  1. Bater no liquidificador primeiro a cenoura com os ovos, depois e o óleo e depois o açúcar (uns 3 min até homogeneizar)
  2. Acrescentar a farinha e bater mais uns 2 min. A massa ficará pesada, o liquidificador tem que ser bom 🙂
  3. Misturar o fermento sem bater, com uma colher, lentamente.
  4. Assar em forma untada com manteiga em forno pré-aquecido (180ºC) por 35-40 minutos
    Cobertura: 

  1. Derreter a manteiga, adicionar o chocolate e ao açúcar
  2. Se desejar, colocar o leite e misturar poucos minutos, só para ficar homogêneo.
  3. Deve estar uma calda escura, lisa e fina (líquido-pastosa)

As cenouras são usadas em massas doces desde a época medieval, para adoçá-las, já que açúcar e coisas do gênero eram bem caras – a cenoura é o vegetal que mais contém açúcar, depois da beterraba. Acredita-se que o bolo de cenoura tenha sua origem na Escócia, onde era largamente consumido em períodos de guerra e racionamento de alimentos.

Já os bolos caprichados para serem vendidos em bares e cafeterias apareceram nos Estados Unidos, na década de 1960. Só que a versão do bolo feita no Brasil é diferente das consumidas pelos britânicos e americanos. Lá o bolo é feito com nozes, canela e essência de baunilha, ganhando uma massa escura, e não amarelinha como a nossa. A cobertura também não vai chocolate, mas normalmente cream cheese, deixando-a branquinha, como na foto ao lado.

Entradas Mais Antigas Anteriores