Enroladinho de canela

Essa linda foto já justifica a receita, enche a boca de água J Para ajudar, rapidez e facilidade também animam qualquer um a experimentá-la. Os rolinhos de canela, famosos cinnamon buns, pinwheels ou rolls, são absolutos nas mesas e cafeterias norte-americanas – incluindo o Canadá, de onde eu trouxe esta versão diretamente da aula de culinária do colégio. Foi com esta receita que tirei 10 e ganhei um certificado de distinção, hehehe. Eu e minha dupla, também brasileira, superamos a líder da classe, uma nipocanadense exibida. A professora fez ela provar nossos rolinhos para ver como deveriam ter ficado os dela!

– 1 xicara de farinha

– 2 colheres de chá de fermento

– ¼ de colher de chá de sal

– 2 colheres de sopa de açúcar

– ¼ de xicara de margarina em temperatura ambiente

– ½ xicara de leite  (um dedinho a menos, na verdade)

– 1/4 de xicara de açúcar mascavo

– 1 colher de chá de canela

– 2 colheres de sopa de margarina derretida (só para bezuntar)

Juntar farinha, fermento, sal e açúcar mascavo. Depois a margarina, formando bolinhas que parecem aveia, ou farofa, não vai ficar uma massa homogenea. Em seguida, colocar o leite devagar, mexendo com garfo até que fique homogênea, largando das laterais do recipiente facilmente. Amassar bem a massa com as mãaos de 8 a 10 vezes, para que seja facilmente “espalhável”. Abri-la em papel filme formando um retângulo de 8×11. Passar margarina derretida em cima (25s no microondas bastam para essa quantidade de margarina ficar no ponto). Por fim, salpicar toda a extensão da massa com açúcar e canela combinados. Enrolar como um rocambole e cortar em fatias iguais. Assar 10-12 minutos em 180-200º.

A origem desse doce é sueca, e ele é tão popular por lá que 4 de outubro é o dia nacional do cinnamon bun. Mas a receita original é um pouco diferente da americana, e, portanto, da aqui apresentada. Os nórdicos usam cardamomo na massa e a fazem mais leve e menos doce. Também é comum assá-lo como um muffin. Para fazer a cobertura de açúcar como a da foto ao lado, misturar 2 colheres de sopa de leite, 1 colher de chá de essência de baunilha e 1 xícara e meia de açúcar.

Anúncios

Bolo de Banana e Canela

A banana nanica é o tipo mais consumido no Brasil! Nem desconfiava… deve ser porque é a preferida para bolos, doces e outros pratos típicos da culinária brasileira. Eu gosto mais da banana branca, mas enfim… o bolo ficou gostoso.

– 7 bananas nanicas bem maduras
– 3 ovos
– 100g de margarina (derretida e esfriada até temperatura ambiente)
– ½ xícara de chá de leite
– 1 colher de sobremesa de canela em pó (ou mais, se preferir)
– 1 xícara de chá de açúcar
– 2 e ½ xícaras de chá de farinha de trigo
– 1 colher de sopa de fermento em pó

Amassar 4 das bananas e reservar. No liquidificador, bater os ovos, a margarina, o leite, a canela em pó e o açúcar. Transferir para uma tigela e misturar com  farinha, o fermento e as  bananas amassadas reservadas.

Colocar em uma forma de 22 centímetros de diâmetro, untada e enfarinhada, cobrindo com as 3 bananas restantes cortadas ao meio ou em rodelinhas. Por fim, polvilhar com açúcar misturado com canela e assar em forno pré-aquecido a 200ºC durante aproximadamente 30 minutos (ou até dourar). Deixar esfriar na forma, só tirando quando já estiver frio. Rende umas 10 fatias generosas.

Muffin com Cobertura de Canela

Adoro muffins! São rápidos para fazer e assam mais uniformemente do que alguns bolos, sobretudo quando o forno não colabora, como o meu. Esta receita é canadense, por isso tudo está em gramas, mas fica ótima, o muffin de massa branca original – e ainda adicionei gotas de chocolate.

Massa

– 250g de farinha

– 60g de açúcar

– 10g de fermento

– 2g de bicarbonato

– sal

-125ml de leite

– 30ml de óleo

– 1 ovo

Cobertura

– 15g de manteiga derretida (a receita original dizia margarina, mas eu não gosto, então substituí)

– 60g de açúcar mascavo

– canela

– 15g de nozes picadas, se desejar

Pré-aquecer o forno em 175º. Misturar farinha, açúcar, fermento, bicarbonato e sal numa tigela pequena. Reservar.

Bater (fiz na batedeira) o ovo até ficar homogêneo e então adicionar o leite e o óleo. Quando estiver bem batido, colocar a mistura seca e bater um pouco mais. Na receita tinha uma observação: “cuidado para não bater demais”. Sinceramente, desconheço os perigos de tal falha, mas…

Pronta a massa, pode ir ao forno entre 15 e 20 minutos. Eu adicionei umas gotas de chocolate, por que estou com um pacote imenso prestes a vencer. Enquanto assam os muffins, dá tempo pra fazer a cobertura, misturando todos os ingredientes – vale o lembrete de não usar a manteiga ainda quente. Quando os muffins saírem do forno, deixe-os descansar um pouco antes de adicionar a cobertura, para não ficar mole demais.

A imagem do início do post é o resultado da receita que fiz hoje, ainda sem a cobertura!