Cebola Brulée

Como em breve publicarei mais detalhes sobre como fazer fundo escuro (bovino), adianto a técnica da cebola brulée, que será necessária.

Brulée, como o famoso creme brulée, é a palavra francesa para queimado. É exatamente assim que se faz a cebola em questão: tostando-a na chapa ou na frigideira, para que fique escurecida e libere sabor, aroma e cor na preparação em que iremos usá-la.

Passo-a-passo:

– descascar a cebola

– cortá-la ao meio

– derreter um pouco de manteiga (sugiro deixar em fogo médio)

– quando estiver quente, coloque a parte reta (que foi cortada) da cebola para baixo.

– ao ficar torradinha, como as das fotos, está pronta.

Pode-se, ainda, adicionar algum temperinho que desejar

Cebola Piquée

Apesar do nome refinado, uma cebola Piquée (ou simplesmente Piqué), é uma cebola com folhas de louro e cravos da índia. É ótima para usar no preparo de sopas e molhos, como bechamel, popular molho branco.

A cebola pode ser usada inteira, ou metade, dependendo da quantidade dos demais ingredientes. No IF-SC, aprendi que uma cebola Piquée pequena é suficiente para até 500ml de preparação. Nas fotos ao lado, podemos ver 2 tipos diferentes de elaboração da cebola.

 

Observe como é possível fazer um corte não muito profundo na cebola e colocar a folha de louro, espetando os cravos em volta. Outra maneira é colocar o louro entre a cebola e o cravo, prendendo-o. Uma boa quantidade é:

 1 cebola + 2 folhas de louro + 2 cravos prendendo cada folha.

Geralmente descarta-se a cebola após seu uso.