Caldo Verde

E pra variar… sopa. Não tenho culpa se o frio catarinense me seguiu para o sudeste no fim de semana 🙂

O caldo verde é uma sopa típica do norte de Portugal (província de Minho), mas divulgada por todo o país, sendo talvez a mais famosa sopa portuguesa. A preparação original é bem rústica,  levando chouriço em vez da linguiça toscana, sendo acompanhada de broa de milho e servida em tigelas de barro. Na finazalição, um fiozinho de azeite de oliva. Muito boa!

– 1 maço de couve manteiga cortado em tirinhas

– 2 batatas grandes cortadas finamente

– 1 batata grande cortada em cubos

– 2 linguiças (toscana ou calabresa) cortadas em rodelas

– 2 tabletes de caldo de legumes dissolvidos em 1 litro de água

– sal e pimenta

Na água com caldo bem quente, cozinhar as batatas cortadas fininhas por aproximadamente quinze minutos, ou até ficarem bem macias, quase se desmanchando. Aí, se quiser, pode liquidificar o caldo ou bater com o mixer, se quiser que no final a sopa fique mais consistente.

Batida a sopa ou não, adicione as batatas em cubo, a couve e as linguiças, e deixe cozinhar mais uns dez minutos, controlando o tempo pela consistência dos cubinhos de batata, que não podem ficar moles demais. Ao final, acertar o sal e a pimenta e mexer bem antes de servir.