Manteiga temperada

No Brasil não temos o costume de comer/fazer manteigas temperadas, mas na França esse é um hábito comum. Lá os famosos scargots são, muitas vezes, acompanhados de uma manteiguinha com ervas, pimenta e tudo o mais.

É fácil e rápido fazê-las. Quem tiver processador de alimentos leva vantagem na questão tempo, mas dá pra fazer a mão tranquilamente – eu sempre faço assim.

Vou indicar a receita que fazemos no IF-SC, que fica boa e suave. Existem inúmeros temperos que podem ser usados, incluindo tabasco e mostarda, tornando a mistura picante.

– 200gr de manteiga sem sal em temperatura ambiente

– sal e pimenta

– azeite para emulsificar

– 5g de cada um dos temperos: sálvia, tomilho, manjericão e salsinha

Numa vasilha, bata a manteiga para torná-la maleável. Quando estiver mais cremosa, adicione um pouco de azeite. Bata um pouco mais e coloque os temperinhos e acerte sal e pimenta. Para quem fizer no processador, pode colocar tudo de uma vez, mas eu seguiria a ordem acima!

Quando a mistura estiver pronta, coloque sobre um filme plástico (ou papel alumínio) e enrole como se fosse um salame e leve à geladeira. Pode ficar no freezer uns poucos meses se não for comê-la logo após o processo.

Certa vez Claude Troisgros fez uma manteiga em seu programa de TV. Não sei como fica, mas aí vai a ideia:

– 200gr de manteiga em temperatura ambiente

– 1 dente de alho grande

– 1 cebola roxa pequena bem picada

– 50gr de salsinha

– 15ml de conhaque

– 15ml de suco de limão

– tabasco a gosto

Anúncios